16 agosto 2011

Antropologia de Mim

Antropologia de Mim
(José Otavio Carlomagno – Editora FuturArte – 116 páginas)


A poesia comunica, mesmo sem ser entendida. No entanto, quando consegue dizer algo poderoso, capaz de nos tirar do eixo e nos fazer refletir sobre a vida e sobre nós mesmos, ela alcança um grau mais alto do que a simples concisão e o jogo de palavras, tão apregoados à poesia moderna.
José Otavio Carlomagno não é conhecido de nossos leitores, apesar de ter publicado um livro de contos em Santa Catarina há alguns anos. Mas esta coletânea de poemas, escritos entre 2009 e 2010, caiu em minhas mãos com o impacto de um torpedo. Com versos certeiros, ritmados (ele também é músico) e corajosos (em alguns momentos despudorados), o autor mostra que sabe o que dizer e como dizer. Nós, caxienses, temos orgulho de contar com pelo menos cinco ou seis ótimos poetas. Carlomagno chega para completar a plêiade.

Comentário feito pelo escritor Uili Bergamin em seu blog http://www.uilibergamin.blogspot.com/


16/08/2011

0 comentários:

Postar um comentário